Categorias: Pediatria

Quando o puerpério dá lugar às boas sensações

Nos posts anteriores, falei bastante do “lado negro” do puerpério, das suas sombras, mas sem o intuito de assustar ninguém e mesmo porque o brilho desse momento, com toda a certeza ilumina a escuridão que possa surgir.

Nasce o bebê, nasce a mamãe e o papai, nascem vovós, vovôs, titios, titias… Todos são promovidos na família com a chegada do pequeno! A casa fica bagunçada, a bagunça traz alegria. Tem festa todo mês quando se completa mais um! Tem comemoração também para puns e arrotos (que não são poucos). É descoberta e novidade todo santo dia, que até cansa!!! Tem banho de sol, banho de água, banho de xixi, de coco e banho de leite fresco e leite coalhado. A casa passa receber mais visitas e a rotina muda a cada dia. Mas todo esse alvoroço vai se acalmando conforme o bebê vai crescendo e a nova rotina vai tomando forma. Nós, pais, vamos nos acostumando com o novo estilo de vida, entendendo melhor as renúncias e ganhos da maternidade e conseguimos enfrentar melhor os desafios constantes que aparecem mas sem deixar de desfrutar melhor os momentos de alegria.

Algumas coisas pode ser planejadas durante a gestação para ajudar depois que o bebê nascer. Então planeje-se para as coisas previsíveis como:

  • ajuda extra na casa para limpeza, roupas e comida
  • se tiver outro filho, ver escolinha ou quem vai ajudar no cuidado
  • prepare-se física e psiquicamente para a amamentação
  • conheça seu pediatra na gravidez
  • veja como seu plano de saúde funciona em relação a consultas e vacinas.

Se vc conseguir se organizar com essas coisas, fica mais disponível para as coisas imprevisíveis, das quais uma vida com bebê é recheada!!

De fato a experiência mais transformadora que um ser humano possa passar é tornar-se pai ou mãe. E acho o maior presente que a  vida nos dá, é ver o crescimento e as conquistas dos nossos filhos. Cada fase tem seu desafio, então sempre na luta!!

 

Gostou? Compartilhe! facebook twitter pinterest

Deixe seu comentário!